Choose Royal

Design, objects, material culture and stuff.

Olaio em Sacavém

Olaio_MuseuSacavem_CMLoures
Porque é o Ano Europeu do Património Industrial e Técnico e os 15 anos do Museu da Cerâmica de Sacavém, este último brinda-nos com mais uma oportunidade de vermos as criações da casa Olaio, criadora, fabricante e comerciante de algum do mais moderno mobiliário feito em Portugal entre 1937 e 1998.
A Olaio tornou-se numa marca que influenciou o mercado, sobretudo com as criações do designer José Espinho, que criou e orientou muita da produção da marca. Talvez nenhuma outra tenha conseguido fazê-lo como a Olaio o conseguiu.
Agora os seus móveis são procurados e têm valor de mercado, em galerias (em 2013 a Galeria Bessa Pereira apresentou José Espinho: A Diversidade no Fazer, a par da edição do livro com a Uzina Books) e em leilões, que começam a propor algumas criações neste campo.
Muito embora muitas das criações da Olaio, assim como de outros fabricantes nacionais, tivessem inspirações, por vezes muito próximas, do que se fazia no resto do mundo, são reflexo do trabalho que se conseguiu empreender em Portugal com o design e o mobiliário.
E é isso que agora o município que viu nascer esta fábrica quer relembrar na exposição Móveis Olaio – Produção, Inovação e Qualidade.
O Museu da Cerâmica de Sacavém vale sempre a pena.
(imagem: aparador da exposição Móveis Olaio – Produção, Inovação e Qualidade)
/
Celebrating the European Year of the Industrial and Technical Heritage and 15 years of the Ceramics Museum of Sacavém, the latter provides us with another opportunity to see the creations of Olaio, developer, producer and retailer of some of the most modern furniture made in Portugal between 1937 and 1998.
Olaio has become a brand that influenced the market, especially with the creations of the designer José Espinho, who created and directed much of the brand’s production. Perhaps no other brand has been able to do it as Olaio did.
Now their furniture are sought and valued in galleries (in 2013 the Bessa Pereira Gallery exhibited José Espinho: Diversity in the Making, together with the edition of a book with Uzina Books) and in auctions that begin to work in this field.
Although many of the creations Olaio, as well as other domestic manufacturers, have inspirations, sometimes very close, to what was done in the rest of the world, they are a reflection of the work that could be undertaken in Portugal with design and furniture.
And now that’s what the city that saw the birth of this factory wants to remember, in the exhibition Olaio Furniture – Production, Innovation and Quality.
The Sacavém Ceramics Museum is always worthwhile.
(photo: sideboard from the exhibition Olaio Furniture – Production, Innovation and Quality)

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on May 19, 2015 by in Colecções, Design, Exposições, Museus and tagged , , .
%d bloggers like this: