Choose Royal

Design, objects, material culture and stuff.

Único e Múltiplo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nas vésperas de inaugurar uma Introspectiva de Filipe Alarcão e ainda uma parceria com a bienal EXD, voltámos ao MUDE.
Depois de, há dois anos, ter inaugurado as instalações que vai ocupar na Baixa de Lisboa, onde pontua a intervenção mínima na proposta arquitectónica do edifício, apresenta desde Maio um novo discurso museológico para a exposição permanente.
Tantas vezes acusado de ter uma colecção que apresenta o design nas suas vertentes mais elitistas, com propostas de ligadas ao luxo, aos autores, aos movimentos de vanguarda e até às artes plásticas, surge-nos agora com Único e Múltiplo: Dois Séculos de Design, onde não só vai buscar referências mais populares da cultura material e do design, como alarga o seu intervalo temporal.
É um percurso cronológico, contextualizado por referências históricas de cada época, onde a Colecção Francisco Capelo ganha uma nova utilidade e referenciação.
Os objectos Únicos continuam lá, mas serão sempre esses os que marcaram a diferença e ditaram os avanços nos paradigmas da criação material que nos passa pelas mãos.

(imagens: da exposição Único e Múltiplo: Dois Séculos de Design no MUDE)

Único e Múltiplo (Single and Multiple)

In the run of inaugurating an Introspective of Filipe Alarcão and a partnership with EXD biennial, we returned to MUDE.
After two years since the inauguration of the building at Baixa, in Lisbon, there is a new discourse for the museum permanent exhibition. So often accused of having a collection that presents the design in its most elitist version, with objects related to luxury, authors, avant-garde movements and even to visual arts, it comes to us now with Único e Múltiplo: Dois Séculos de Design (Single and Multiple: Two Centuries of Design) where not only it gets more popular references of the material culture and design, but it extends its time span.
It is a chronological exhibition, contextualized by historical references of each epoch, where the Francisco Capelo Collection gets a new utility and referral.
Unique objects are still there, but these will always be those who made the difference and dictated the advances in the paradigms of the material creation that passes through our hands.
(photos: from Único e Múltiplo: Dois Séculos de Design (Single and Multiple: Two Centuries of Design) at MUDE)

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on September 21, 2011 by in Design, Exposições, Museus and tagged .
%d bloggers like this: