Choose Royal

Design, objects, material culture and stuff.

As Índias XXVII

“(…) É frequente os indianos perguntarem-nos qual o aspecto do seu país que mais nos impressionou. Devemos notar que eles fazem esta pergunta de uma maneira quase triste, como se previssem antecipadamente a resposta. A qual, de facto, não pode ser senão uma: “A pobreza”. Perante esta resposta, os indianos abanam a cabeça, como que a dizer: “Já sabíamos”. Nenhum deles protesta ou tenta sugerir outros aspectos mais dignos de nota. E é verdade que na Índia muitas são as coisas algumas muito belas, que podem captar a atenção do viajante. Mas a pobreza, pelo menos hoje, é realmente o aspecto dominante. (…)
“O próprio fenómeno da mendicidade levanta a suspeita de que a pobreza na Índia não é um facto contingente e remediável, mas sim um traço constitutivo, de modo que modificá-la ou tentar anulá-la significaria alterar completamente o carácter do povo indiano. Com efeito, aquilo que mais impressiona nos mendigos deste país não é tanto o seu número, que, todavia, é enorme, mas a maneira perfeitamente natural e necessária como eles se inserem no ambiente social, somo se fossem membros de direito de uma sociedade que justifica e requer a sua existência. (…)”

em Uma Ideia da Índia (1962) de Alberto Moravia, tradução de Margarida Periquito em 2008 para a Tinta da China

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on September 4, 2009 by in Uncategorized.
%d bloggers like this: