Choose Royal

Design, objects, material culture and stuff.

As Índias XIV

“(…) De cada vez que na Índia deixamos alguém, temos a impressão de estar a deixar um moribundo prestes a afogar-se por entre os destroços de um naufrágio. Não se pode a prazo resistir a esta situação: agora todo o caminho da Índia que fora deixado para trás estava semeado de náufragos que nem sequer me estendiam a mão. (…) “
em O Cheiro da Índia (1961) de Pier Paolo Pasolini, tradução de Miguel Serras Pereira editada em 2007 pela 90 Graus Editora
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on August 21, 2009 by in Ideias de Outros.
%d bloggers like this: