Choose Royal

Design, objects, material culture and stuff.

À Bola

Ir a um lugar ou acontecimento onde nunca vamos deve ser sempre encarado como um evento.
Estar atento à envolvente, composta pelo espaço, pelas pessoas e seus comportamentos é essencial.
Assim foi no Estádio da Luz, para vermos o Benfica a jogar com uns turcos, que por acaso ganharam (2-0) mas que não interessa nada quem são.
A imagem e a energia que percorre aquele enorme espaço são contagiantes.
As cores são as mais saturadas, as marcas que patrocinam estão em grande destaque, as pessoas estão convictas de que aquilo que dizem é ouvido por alguém e o centro das atenções é de uma beleza invulgar.
Há mesmo um relvado (maior que o nosso) e uns senhores que estão divididos em duas equipas, diferenciados pela cor das fardas que vestem, que tentam meter uma bola no enorme cesto que está no fundo da metade do campo do adversário.
Correm atrás da bola e formam uma coreografia coesa de umas 20 pessoas que se movimentam, como uma nuvem de mosquitos, pelo verde do relvado.
A acompanhar esta movimentação, a assistência grita, também ela coesa, e entoa cânticos com uma coordenação espantosa.
Tudo aquilo, que na televisão parece infindável mas que se passa muito rapidamente, é digno da nossa curiosidade e obriga-nos a participar.
Não vale a alinhar no esquema elitista “vamos à bola ver os burgessos a fazerem figuras alarves e nós somos muita bons e civilizados”. Não, vamos à bola e somos mais uns como os outros milhares que nos acompanham e cujo objectivo é ver a sua equipa ganhar.
A nossa pena é que a nossa equipa não é nenhuma e o Benfica ter perdido foi um desgosto porque os nossos amigos (e todo o estádio) queriam muito, e nós queríamos muito participar na festa de ver um golo marcado e de apoiar uma equipa vencedora.
Ainda assim, não resistimos às bifanas nas roulottes (resistimos, isso sim ao courato, um clássico, bem sabemos, mas de aspecto pouco apetecível), acompanhadas de Sumol.
Em noite de croquetes vimos a festa da bifana até ao fim.
Os croquetes já nos enjoam.
(esta não é a nossa primeira experiência na bola, mas é a primeira blogável, daí querermos deixar aqui o registo)
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on November 6, 2008 by in Uncategorized.
%d bloggers like this: