Choose Royal

Design, objects, material culture and stuff.

Férias no Cabinet

Tendemos a procurar refúgios (de várias espécies).
Quer sejam para umas férias, quer para nos deixarem sossegados durante 5 minutos a meia-hora.
Este é dilecto, e só o percebemos agora.
A instalação Cabinet d’Amateur (2001), de Pedro Cabrita Reis no Museu Colecção Berardo, é magnética.
Ao seguirmos no Passeio Marginal, a caminho dos subúrbios, lembramo-nos de que existe.
Ao cruzarmos a Praça do Império já chama por nós.
Ao entrarmos no Centro de Belém grita e é irresistível (como uma criança malcriada que chora por tudo o por nada e nos exige o dobro da atenção).
Um magnetismo especial leva-nos à ponta mais longínqua do museu (ignorando tudo o resto que já conhecemos de cor), onde ficamos todo o tempo que é preciso para disfrutarmos a sério da obra e do privilégio de a termos montada e à vista.
Aproveitamos os movimentos de gente que entra e sai, turistas que fotografam e crianças que nos contornam a correr.
Agarramo-nos com unhas e dentes e não queremos pensar na mais remota hipótese de uma dia a vermos desaparecer.
Será isto estar viciado?
Se for, estar viciado é um prazer.
Encontramo-nos lá (ou como diriam uns amigos: If you wanna kill me I’ll be here).
Advertisements

2 comments on “Férias no Cabinet

  1. Amet
    August 23, 2008

    I don’t want to kill you but I’ll try to be there.

    Like

  2. Luis Royal
    August 23, 2008

    so meet you there!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on August 20, 2008 by in Arte, Museus.
%d bloggers like this: